Terça Maker #15

Faaala galerildes, estamos em mais um terça maker, evento que bomba a cada terça de nossas vidas.

E já estamos com a presença de Guilherme que está começando um negócio de gravataria, comentou que está buscando fabricar suas gravatas borboletas com menor impacto ambiental. Interessante ponto apresentado já que a indústria têxtil é um das grandes vilãs por danos ao ambiente.

Se você veste calças ou malhas de poliéster, por exemplo, fique sabendo que a fibra sintética mais usada na indústria têxtil em todo o mundo não apenas requer, segundo especialistas, 70 milhões de barris de petróleo todos os anos, como demora mais de 200 anos para se decompor.

leia mais aqui sobre a industria têxtil.

Já eu, Israel, estava estudando algumas coisas sobre minha prova que acontecerá mais tarde na faculdade. Algo sobre Redes Neurais.

Comentando com Guilherme sobre minhas amídalas inchadas e a não ocorrência do Terça Maker da semana passada, falamos um pouco sobre como os médicos da rede publica de saúde tratam seus pacientes.

Daniel chegou e começou a nos acompanhar, eu contando meu drama da demora no atendimento e Dani contando a experiência em hospital particular que não foi uma coisa boa, rolou até barraco da tia dele.. heheh.

A pergunta feita na triagem do PA é: “quão longe você está de morrer?”

Passamos a falar sobre as inovações na área da saúde, tanto pra gestão dos pacientes, como aparelhos e sistemas para melhorar a área médica. Citei o Mu.de, projeto que a Inorama está desenvolvendo junto com o Labtar,   com a InovaTE e alunos de engenharia da da Ufes. Esse projeto visa a Inovação de Processos nos ambientes hospitalares, emendando nos ambientes modulados que passam de quarto para sala de cirurgia mudando apenas algumas paredes de lugar.

O assunto se encaminhou para a ignorância social no entendimento de doenças, como a depressão psicológica e física.

E levamos para assuntos sobre a liberdade de opção sexual ainda na ideia da ignorância social. Guilherme contou que em São Paulo foi comum ver casais gays na faixa de 45 anos  indo pra balada e aqui em Vitória ele sente que tem uma resistência muito grande ainda sobre casais gays, ainda mais nessa faixa etária.

Kris, onlinemente, mandou uma referência do livro Sidarta do autor H.Hesse. E disse “Siddharta é um romance escrito por Hermann Hesse, um dos maiores escritores alemães. Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1946. A sua primeira publicação foi em 1922e conta passagem da sua vida e pensamento durante a sua estada na Índia em 1910, inspirado na tradição contada de Siddhartha Gautama, o Buda. O livro trata basicamente a busca pela plenitude espiritual, e o alcance de estados em que a mente humana se encontra absolutamente completa e plena.”
É interessante essa abordagem feita pela Kris pois uma importância que damos na Inorama é essa questão da consciência de si, como podemos nos entender e aprender conosco quem somos.

Estiveram presentes:

  • Israel
  • Daniel
  • Guilherme
  • Kris (online)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

You might be interested in …

Terça Maker #17

Terça Maker #21

Terça Maker #1

Deixe uma resposta