Terça Maker #34

Recomeça a Terça Maker

Com muito orgulho reeeeeeeeeeecomeça a Terça Maker! Apareceram muitos pra compartilhar suas experiências e conhecer o espaço. Estamos na área!

Siga no Instagram a @inoramamaker e a @irisimpacta pra ficar sempre atualizado do que está rolando por aqui. 

Compartilhamentos

Gustavo

Compartilhou sobre o Vale da Moqueca, que o Rafael já havia comentado. Comentou sobre as 4 áreas de atuação (comitês) do VaMo e seus objetivos. Na última reunião foi tratado sobre uma proposta de ocupação da Fábrica de Ideias, que está em andamento.

Marquito

Como trabalhar quando está sem motivação: do empreendedor responsável pelo jotForm, empresa com 4,2 milhões de usuários ativos, que tem aversão ao risco (incluindo venture capital). Diz o autor que o segredo está em fazer as coisas de acordo com uma rotina. Talvez por isso Scrum dê tão certo quando bem executado. https://medium.com/swlh/how-to-make-yourself-work-when-you-dont-have-any-motivation-34a7816d7d6a

Seguindo na mesma linha, tenho estudado e praticado usar um diário em tópicos ou Bullet Journal, bastante famoso mas que até dezembro eu não conhecia. No site bulletjournal.com tem material introdutório pra quem quiser começar. Penso que a melhor definição para este tipo de diário é a de “técnica de atenção plena disfarçada de ferramenta de produtividade”. Tendo voltado de um Vipassana anteontem (17), tenho certeza de que é isto mesmo.

Xadrez: um jogo que nunca estudei e que agora tenho tentado compreender, a partir do incentivo do Edu. O principal meio de treino que tenho usado é o site https://lichess.org (com app pra celular e diversas rotinas de aprendizado, além do jogo propriamente dito).

Felipe

Indicou o Nirvana, software de GTD que mistura ferramenta e metodologia. Aproveitamos pra falar de Inbox Zero e de adiar e-mails com os gmails.

Fábio

Documentário do Discovery A Verdadeira História da Internet sobre a guerra dos navegadores e os grandes players da informática. Grandes brigas e grandes histórias.

Kris

Indicou o evento de sexta com a Natalie, que vem direto de Curitiba para falar de Empresas B e negócios de impacto. É um evento gratuito e você precisa se inscrever no formulário.

Bate-papo

Luiza e Felipe falaram do trabalho da Neurony com a VentLogos e com produtos eletrônicos e prototipagem, em especial para equipamentos médicos. Compartilharam as dificuldades de produzir um hardware barato para os padrões brasileiros considerando o tempo de desenvolvimento. Explicaram que também estão trabalhando com OKRs, Kanban, Scrum e outras metodologias de desenvolvimento de projetos que permitam escala.

Estiveram presentes

  1. Kris
  2. Marquito
  3. Luiza
  4. Felipe
  5. Arthur
  6. Rômulo
  7. Maicous
  8. Fábio
  9. Rafael
  10. Gustavo